Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2010

Ordinarão

"Mónica", "Miryam", "Joana", "Francisca", "João", "Renata", "Anita", "Sofia", "Patrícia", "Carlota", "Sónia", "Jacinta", "Manuela", "Rita", "Rocío", até mesmo "Solveig". Naquela tarde, o furioso Mário fartou-se de lhe chamar nomes feios.

Quadratura do circo

Era uma vez um globo que rebentou. Espalmou. Do círculo que restou todos se apressaram a converter em circo. Houve até uns circos-espertos que dele fizeram rectângulo. Pois não bastava: o seu progressivo encolhimento vai metamorfoseando-o em quadrado. Se é mau? É terrível: sempre que por lá passo já tenho de andar de cócoras.

Da impiedade

Viveram 14 anos como dois pombinhos (coelhinhos), mas há coisas que nunca deveriam acontecer. Jamais: a partir do momento em que percebeu que ali havia gato, Belén passou a tratá-lo abaixo de cão.

Ilu-sionismo

O que todos julgavam ser uma batuta não passava afinal de uma simples batata. Um clássico do endiabrado Ananiah: sempre que passava por Haifa fazia-nos esta batota.

Manobra de diversão

Foram tempos felizes: eu e Kasper dávamos sete passos atrás enquanto Ingrid, Lennart e Tekla rastejavam ordeiramente até ao corredor. Cá mais atrás, encostado à cortina beije, Solveig cobria-nos os flancos com três valentes peidos que quase podiam ser cheirados em Vasa ou Östersund.

Moca

Ahmed nem era dos rapazitos mais religiosos cá da medina. Mas pelo menos tinha a preocupação de beber sempre virado para Meca.

Um enorme nada

Empoeirado

Apesar de ser um beduíno orgulhoso, exemplar até, Hussein tinha demasiados macaquinhos na cabeça. Mas não tantos ao ponto de se julgar um babuíno.

Adágio cameleiro

"Quanto mais gentil é a Sombra, mais cruel é o Sol." Não me recordo onde o ouvi pela primeira vez, mas suspeito que foi um cameleiro iemenita. Acompanhado de três ou quatro tâmaras, soa-me sempre muito bem.