quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Bonecas


Pessoa errada

Era um tipo bastante discreto, porventura excessivamente. Demasiado até. Na verdade, muito poucos reparavam nele. Pouquíssimos ou quase nenhuns. Ninguém mesmo. E se o vissem, ou avistassem, que não é coisa muito diferente, tê-lo-iam ignorado... Credo, agora que falamos nisso, dá-me até a ideia que o tipo não existe. Claro que não existe. Desculpem, foi confusão minha. O que eu queria era falar de outro. Daquele tipo ainda muitíssimo mais discreto.

Da personalidade

Kaspar adorava-se. Sempre que gritava fazia ego. 

A varonesa

E logo Ingrid, que queria tanto ter um varão... Fantasia frustrada, novamente. Para além de uma filha irritante e mal-comportada, Magnus nunca lhe deu mais do que uns sapatos de plataforma.   

domingo, 6 de janeiro de 2013

Refrão


Oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh...

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.